terça-feira, 12 de maio de 2009

Impressos. Será o fim?

Será mesmo que o meio impresso vai chegar ao fim? Essa pergunta fica martelando em minha cabeça diversas vezes por dia, além de ser um assunto que constantemente está em discussão na sala de aula. Mas será? Particularmente acredito que não, pelo fato do papel ser um objeto, algo que você se pode sentir, tocar, dobrar, carregar para onde quiser... E não será problemas na conexão que me implicará de ler uma matéria na revista ou me manter informado nas páginas dos jornais. É notório que a cada dia que passa mais pessoas se conectam ao mundo virtual, e busquem mais informações nesses meios de tecnologia deixando o meio impresso de lado! Tanto pela parte de custo financeiro, quanto pela parte prática. E tenho consciência também que as futuras gerações terão mais contato com as teclas de um teclado, do que com as páginas de uma revista, e consequentemente serão habituadas a utilizarem com maior frequência a internet. Certamente o número de vendas de jornais e revistas diminuirá mais, só que ainda duvido que chegue ao fim em sua totalidade.

Um comentário:

H... disse...

Legal pensar que sim. Mas em um país que na sua totalidade ainda desconhece parcialmente os poderes da internet, poe demorar um pouco. Mas as cartas já estão quase totalmente extintas.....