segunda-feira, 6 de julho de 2009

OPINIÃO: A verdadeira penitência

video

Ontem eu estava assistindo a “Turma do Didi”, como a minha mãe e irmã, quando aparece em cena o tão popular cantor e escritor, Padre Fábio de Melo. Constantemente eu ouço falar sobre seu trabalho, suas músicas e livros, em programas de televisão, nas rádios e em jornais.

Considerado uns dos símbolos da vaidade masculina, Padre Fábio de Melo, ontem enquanto participava em uns dos quadros do programa do Didi, me chamou a atenção pelo fato de ter falado sobre penitência. É da cultura da igreja católica, que os fieis se confessem aos padres, que são espécies de mediadores das conversas dos humanos com Cristo, para obter o perdão.

Renato Aragão relata ao padre que uma vez ao confessar, não recebeu uma penitência, como rezar dezenas de orações e sim para que fizesse o contrário do que tinha feita. O padre re-afirmou o que o artista disse e completou com sua voz calma, que a “penitência tem que estar ligado ao mal cometido”, por exemplo, se você roubou, devolva, se machucou, peça desculpa... E por ai vai, sempre contornando o que fez.

Atitude certa! É interessante que a igreja ensine seus seguidores a agir desta maneira, do que ficar de joelhos por alguns minutos, rezando e pedindo perdão por seus pecados e talvez quando sair da igreja cometer o mesmo erro. Você contornando a situação, fazendo o inverso do que fez, será acima de tudo um gesto de humildade e aprenderá muito mais com isso.

Um comentário:

FRAN disse...

A penitencia esta dentro de nos mesmos:Nossa consciencia!
/nada pior q a dor de consciencia!
Te Amo Bunu!